Lugar Secreto

Retalhos de Silêncio

Textos

PANDEMIA?
PANDEMIA?

Boa Tarde Caminhantes.
Resolvi me distanciar um pouco das redes sociais.
Sinto-me cansada de alguns assuntos circulantes... principalmente os que mexem com a Minha Harmonia Interior!
Não tenho mais idade, tempo, paciência e nem saúde para isso.
Antes, porém, quero dizer que não sou uma criança e nem sou uma velha gagá, cega e alienada.
Não consigo me imaginar negando, tripudiando, fazendo goga dessa realidade que não atingiu apenas o Brasil. É um fenômeno mundial!
Minhas Antigas diziam que: “____Se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia!”
Mas, na minha infância, conheci vários mascates que viajavam de cidade-em-cidade, vendendo seus produtos… alguns vendiam produtos bons, outros vendiam mercadorias vagabundas.
Os moleques do vilarejo enxotavam os safados debaixo de pedradas. Já aos outros, ofereciam limonada fresquinha ou café coado na hora, acompanhado de broa de milho ou tapioca.
Então, como não sou mascate e nem psicóloga, não vendo e nem dou  conselhos.
Apenas posso dizer para as pessoas, que fazem pouco caso do que está assolando a humanidade, que se cuidem.
Cuidem-se antes que seja tarde demais e você perceba que, para esse inimigo invisível, não interessa se a soleira da sua porta está pintada de vermelho, amarelo, azul, branco ou da "cor de burro quando foge".
Não interessa se você é um velho com alzheimer, um bebe recém nascido, um jovem atleta nem se é uma dona de casa saudável.
Para “ele”, não interessa se você comeu uma feijoada, se fartou num churrasco,regado a cerveja e tals.
Se jejuou ou vive passando fome constante por falta de emprego ou amparo.
Se é um “santo” ou um pecador contumaz.
Ele ataca, derruba e mata quem estiver mais vulnerável!
Para você, uma pessoa "curada" conta mais que centenas, milhares, de mortos?
Será que você só vai abrir os olhos quando perceber que o inimigo microscópico mata qualquer um, não só as pessoas sem re-ligião, ou pessoas que professam uma re-ligião diferente da sua?
Que ele não mata só os primogênitos?
Há poucos dias assisti, pela enésima vez, A PAIXÃO DE CRISTO, de Mel Gibson.
A cena onde “a coisa” exibe o “filho” e a cena onde Maria recebe Jesus, após a crucificação… lembrei de um poema que li, ainda criança, em um dos meus livros escolares, sobre empatia e solidariedade, palavras essas que na época eu nem conhecia.
Os tradutores mudam o titulo do poema. Originalmente é OS DOIS CORTEJOS… mas é, também – AS DUAS MÃES, de autoria do poeta francês – Josephin Soulary (1815-1891).
Chorei muitas vezes, quando era minha função declamá-lo (interpretar), no Dia das Mães. Ainda hoje fico emocionada com o seu teor.
Algumas pessoas reagem ao que está acontecendo, igual a “coisa”, diante do sofrimento de Jesus. Outras, graças a Deus, reagem como aquelas mães, do poema.
O povo brasileiro, na sua maioria é empata e solidário… o que falta é alguns poderosos se deixar contaminar por esses sentimentos… e a sanha de MATAR, do COVID-19, irá diminuindo, até cessar!!!
Amo ler… mas atualmente, estou perdendo o incentivo… que O Universo conspire a favor da Libertação do Planeta Terra e Todos os Seus Habitantes, do jugo desse SER microscópico e PODEROSO ASSASSINO!
Sendo do Grupo de Risco, por ser idosa, cardiopata e portadora de doença auto imune, é com imenso pesar que constato, a cada dia desse Isolamento Social, que uma grande parte da população do país está debochando da situação.
“____O povo está morrendo é de medo! Essa gripe não mata ninguém!”
Realmente, a “gripe” não mata ninguém… mata alguéns, aos milhares!
Nós, brasileiros, temos o péssimo hábito de não gostar de assistir o que interessa, de ler o que realmente interessa e faz sentido.
Por exemplo: ler a D.U.D.H e a C.F.B./88, para conhecer seus direitos, porquanto os "sabidos" só mencionam os "deveres" do povo.
Continuarei interagindo com Minhas Pessoas Amigas, claro, mas mesmo as pessoas queridas, as vezes me magoam quando replicam discursos vazios  de significado real.
Que me desculpe quem não gosta de ler a DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS – D.U.D.H e a CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA DE 1988 – D.F.B/88, em ambas está explicito os Deveres dos Cidadãos, mas também está explicitado os seus Direitos.

PS: Postado no FB, no dia 6 de abril de 2020.
Adda nari Sussuarana
Enviado por Adda nari Sussuarana em 06/04/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras